Exame
Imagem mostra homem idoso

Tipos de perda auditiva

Há 3 tipos gerais de perda auditiva: perda auditiva neurossensorial, condutiva e mista.
Durante o tratamento da perda auditiva, é importante compreender as diferenças, para conseguir determinar a melhor opção de tratamento.

Quais são os principais tipos de perda auditiva?

Os principais tipos de perda auditiva são diferenciados com base na parte do ouvido que está danificada:

  • A perda auditiva neurossensorial é causada por danos no ouvido interno ou nervo auditivo. Isto faz com que a área danificada não transmita correctamente o som para o cérebro.
  • A perda auditiva condutiva é causada por danos no ouvido externo e/ou médio e, na maioria dos casos, é possível tratar medicamente.
  • A perda auditiva mista - Em alguns casos, ambos os aspectos da perda auditiva neurossensorial e condutiva estão presentes; a isto chama-se perda auditiva mista.

Graus da perda de audição

Causas comuns da perda auditiva
Imagem mostra mulher durante teste auditivo

Faça um autoteste: Um exame auditivo é indicado para si?

Responda às 4 questões abaixo para ver se deve ponderar fazer um exame auditivo.

Questão 1 – À mesa
Tem dificuldade em acompanhar conversas quando há 4 ou mais pessoas presentes?
Foi aconselhado por familiares ou amigos a testar a sua audição?
Costuma ter dificuldade em compreender o que os outros dizem, por não ouvir bem?
Dá por si a aumentar o som da televisão ou do rádio, embora o volume esteja bem para as outras pessoas?

O seu resultado:

Um exame auditivo é importante para si

As suas respostas indicam que pode ter perda de audição. Recomendamos que marque um exame auditivo num dos nossos centros auditivos.

O resultado é apenas indicativo. Um exame auditivo vai ajudar a perceber se tem perda de audição.



Marque o seu exame auditivo grátis:

O seu resultado:

Fazer um exame auditivo pode ser importante para si

As suas respostas indicam que pode ter sintomas de perda de audição. Recomendamos que marque um exame auditivo num dos nossos centros auditivos.

O resultado é apenas indicativo. Um exame auditivo vai ajudar a perceber se tem perda de audição.



Marque o seu exame auditivo grátis:

O seu resultado:

Não é possível determinar aqui se um teste auditivo é relevante para si

As suas respostas indicam que pode ter sintomas de perda de audição. Recomendamos que marque um exame auditivo num dos nossos centros auditivos.

O resultado é apenas indicativo. Um exame auditivo vai ajudar a perceber se tem perda de audição.




Marque o seu exame auditivo grátis:

Perda auditiva neurossensorial

A perda auditiva neurossensorial (ou surdez neurossensorial) é o tipo mais comum de perda de audição. Quando se sofre de perda auditiva neurossensorial, os sons podem ser pouco nítidos ou difíceis de ouvir. Vozes em conversas podem estar distorcidas e pode parecer que as outras pessoas estão a murmurar.

Causas de perda auditiva neurossensorial

Tratar perda auditiva neurossensorial
Muitas vezes, a solução para este tipo de perda de audição são os aparelhos auditivos.

Perda auditiva neurossensorial

Imagem mostra homem idoso no exterior a sorrir

Perda auditiva condutiva

Geralmente, a perda auditiva condutiva é o resultado de uma interrupção no caminho do som conforme este vai do ouvido externo/médio para o ouvido interno.

Causas de perda auditiva condutiva
Este tipo de perda auditiva também pode ser causado por uma obstrução no canal auditivo, como cera do ouvido ou líquido que impede o som de chegar ao tímpano.

Tratar perda auditiva condutiva
A solução para a perda auditiva condutiva pode passar por: remoção de cera dos ouvidos, tratamentos médicos e tratamentos cirúrgicos.

Perda auditiva condutiva

Imagem mostra mulher a segurar a sua cabeça devido a dor

Outros tipos de perda auditiva

Existem outras formas de descrever os tipos de perda auditiva. Por exemplo:

- Alta ou baixa frequência: Indica se tem problemas em ouvir sons agudos ou graves (p. ex., uma perda de audição nas frequências altas significa que não consegue ouvir sons agudos)
Perda de audição nas frequências altas 
Perda de audição nas frequências baixas 

- Unilateral ou bilateral: Indica se um (unilateral) ou ambos os ouvidos (bilateral) são afectados pela perda de audição 
Perda de audição bilateral
Perda de audição unilateral

- Perda auditiva progressiva ou súbita: Indica se a perda de audição ocorre rápida ou gradualmente, ao longo do tempo

- Adquirida ou congénita: Indica se a perda de audição estava presente à nascença ou se foi adquirida mais tarde
Perda auditiva congénita

Imagem mostra grávida sentada no sofá a comer uma maçã
Imagem mostra homem a sofrer de zumbido nos ouvidos

Tinnitus: zumbido nos ouvidos

O zumbido é um som de assobio, rugido ou sibilo no ouvido, que apenas você ouve. O zumbido afecta 15-20% das pessoas e, muitas vezes, são os primeiros sinais da perda de audição.

A causa mais comum é a exposição ao ruído excessivo, que danifica as minúsculas células ciliadas no ouvido interno. O som do zumbido é o resultado do seu cérebro tentar compensar a perda de células ciliadas. O cérebro interpreta erradamente os sinais reduzidos do ouvido, resultando na percepção de som, ou zumbido.

Teste de zumbido online Zumbido
Foto Audiologista
Cristina Ferreira, Audiologista - Acústica Médica

O propósito dos audiologistas é ajudar mais pessoas a ouvir melhor, assim como sensibilizar e alertar para a importância do rastreio auditivo precoce. A saúde auditiva tem um impacto preponderante na qualidade de vida das pessoas ao nível da comunicação e das relações humanas. Aliás, há vários estudos que comprovam que a perda auditiva pode promover o avanço da demência. A dificuldade auditiva é um distúrbio relativamente comum que geralmente mostra os primeiros sinais a partir da meia-idade, mas que pode ter início em qualquer momento da vida, e pode ser desencadeado por diversos motivos. A perda auditiva afeta mais de 1 bilião de pessoas e é uma preocupação crescente ao nível da saúde global. Na Acústica Médica, empresa pioneira e líder de mercado com padrões de qualidade superior e uma referência num grupo multinacional, empenhado em continuar a ajudar cada vez mais pessoas a ouvir melhor, os audiologistas podem fazer o que fazem de melhor: Ajudar na qualidade de vida das pessoas.

Fontes

1. https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/tinnitus/symptoms-causes

2. David M Baguley, Mechanisms of tinnitus, British Medical Bulletin, Volume 63, Issue 1, October 2002, Pages 195–212, https://doi.org/10.1093/bmb/63.1.195